Sem máscaras

Esse blog é uma espécie de "reclamário"que construí cá online. Com comentários sobre cultura, comportamento, um pouco de política. Opinião. Ironia. Os temas são amplos: o que der na telha, entre livros, músicas, videos, séries de tv, um e outro filme, papos de boteco, enfim - aquilo de que nos ocupamos na web e na vida.

sábado, 9 de julho de 2011

Se eu pudesse...

Serenidade não combina com intensos...e é por isso que sempre tive raros momentos de sereniadade.

Se pudesse destruir o que adoro construir...começaria por mim.....detesto o acabamento, as cores, em como certas coisas fazem curvas.

Se pudesse desejar ser mais "humana" do que já sou
pediria menos coração.....o meu está farto, cansado, estafado.... e digo mais, pediria pra Deus um pouco menos de temperamento...
....menos dor no músculo pulsante entre os pulmões
um pouco MAIS de indiferença
MENOS tristeza, raiva e mal estar social

Se fosse o suficiente apenas ser o que preciso ser
optaria por não ter tanto medo em expor o que se deve...
... e lá devo alguma coisa?

A vida de alguém é importante para que seja parte da minha?
Então porque desejo tanto misturar o meu estrago com a imperfeição de outrem?
Porque eu enquanto ser humano preciso provar para mim mesma que a vida ainda pulsa?

sentido?

desejo, sonho, projeto, coisas a serem almejadas...?

...quem sabe é para finalmente sorrir ao mentalizar que em fim a paz pode reinar.

É aquela velha confusão do desejo e o não desejo

Nenhum comentário:

Postar um comentário