Sem máscaras

Esse blog é uma espécie de "reclamário"que construí cá online. Com comentários sobre cultura, comportamento, um pouco de política. Opinião. Ironia. Os temas são amplos: o que der na telha, entre livros, músicas, videos, séries de tv, um e outro filme, papos de boteco, enfim - aquilo de que nos ocupamos na web e na vida.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Vai a Dica

Muita gente procura pais de santo, videntes, astrólogos e profissionais da cabala para saber sobre o futuro e suas tendências..... Especialmente nesta época do ano quando, cronologicamente, termina um ciclo e se inicia outro.

Mas não estou aqui para julgar ninguém..... Cada um busca respostas à sua forma, mas acho que todos deveriam aprender a influenciar, a moldar, a mudar seu futuro através do planejamento pessoal.

...Dificilmente dá errado. E conheço muita gente realizada e feliz por ter procurado respostas a duas simples perguntas: o que quero da vida e o que tenho que fazer para consegui-lo??? simples assim.

Vocês não imaginam quanta gente está na onda sem saber para onde está sendo levado..... Gente que existe, mas não vive..... Porque viver é estar realizado emocionalmente, financeiramente e profissionalmente.... É sentir-se útil, é ter objetivos e fazer o que gosta.... Gente que faz o que gosta não precisa trabalhar nenhum dia na vida, fato.

Sabendo o que se quer da vida, especialmente do ponto de vista profissional, há três ingredientes indispensáveis para atingir nossos objetivos: disciplina de fazer a nossa parte, perseverança de não desistir no meio do caminho e paciência até chegar o momento do sucesso. Pensem nisso quando pensar em como será 2012.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Estou apaixonaaaaaaaaaada por você meu gordinho gostosinho...vou te beber todoooooo.....hmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm.....
O que passou, calou. O que virá, dirá!!

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Paradoxal


Sinto como se algum ciclo estivesse se fechando, ciclo este que não consigo enxergar ou distinguir.... sinto como se algo – ou um acúmulo de coisas – estivesse para chegar... Já senti isso antes, como agora. Não se trata de uma mudança no conjunto, é algo tão egocêntrico quanto a vontade de ser feliz. É algo em mim..., dentro da minha cabeça. Eu sinto quando algo chega para mim. Sei quando chega a minha vez.

Pela primeira vez em tanto tempo, o por do sol não usou sua aura de tristeza e melancolia.... Pelo contrário, senti a melhor das sensações enquanto o sol ia embora... senti. Para isso, não precisei nem do amarelo com azul - do dia -, nem do preto da noite. O cinza dessa vez não me incomodou.

Acho que estou em fase de Déjà vu...
Tenho raiva do quão paradoxal é sentir-se bem com os ares novos e ao mesmo tempo sentir medo por ser algo desconhecido...é coisa de ariana ou todos se sentem assim?


ai...

Deixe que eu te ame


Deixe que eu te ame em meus silêncios, na calmaria do seu coração que me acolhe, e de onde se desprendem meus sonhos em vôos etéreos de plena liberdade.

Deixe que eu te ame em minha solidão, ainda que meus labirintos te confundam e que teus fios generosos de compreensão emaranhem-se no tapete dos meus enigmas.

Deixe que eu te ame sem qualquer explicação, na ternura das tuas mãos que me sorriem, escrevendo desejos em versos despidos na minha alva tez que te cobre e descobre...

Deixe que eu te ame em meus segredos, para que desvendes o que também desconheço - a alma dos meus abismos, onde anoiteço - E meus olhos adormecem embalados pelo mistério.

Deixe que eu te ame em tuas demoras, longas horas em que meu corpo se veste de céu à tua espera, enquanto minhas mãos acendem estrelas para alumiar-te, ainda que ausente estejas...

Prove o Contrário


Distância e tempo nunca interferirão naquilo que realmente existe, longe de aparência e interesses....
Você é o que? Irmão? O que será que fomos em outras vidas? Sei que nesta guardo você na gaveta do eterno, do indissolúvel. Te Amo.

No fundo



Fundo da garrafa não faz sombra, faz?....

Fico pensando no fundo.... No fundo das coisas, no fundo do coração, no fundo do poço, no fundo da terra, no fundo do mar..... E a minha vontade é de me movimentar, nem que seja para o fundo.

Saber as coisas a fundo, pensar pensamentos a fundo.... Olhar a pessoa no fundo dos olhos e tentar descobrir o que ela fará comigo caso lhe mostre o fundo do meu c...oração..... Mas assim já estou querendo prever o futuro.

O fundo é um lugar e pronto. Quero mais que espaço, quero o imaterial que às vezes pesa à mão. Conhece? O imaterial que toca o coração com o dedo. Imaterial com dedo. Isso mesmo. Quero o que não pode com aquele que posso, quero fazer uma faxina na minha alma com a vassoura, rodo e pano de chão..... Quero ir ao supermercado e comprar desinfetante para minha mente e limpá-la..... Entende agora o material-imaterial?

Quero ultrapassar a barreira do tempo e fazer a vida ser MAIS feliz. Será isso possível ou sou apenas uma lunática cheia de querências?

domingo, 18 de dezembro de 2011

Viver e não ter a vergonha de ser feliz.



Lendo um livro hoje comecei a pensar sobre a vida...

foi cientificamente provado que aqueles que tentam suicídio não querem acabar com a vida, mas com a dor. Pois na verdade sentem vontade de viver, e não tem forças para lutar contra certos sentimentos e emoções.....

Eu particularmente nunca pensei em cometer esse ato, e a propósito acho "patético", o maior presente que poderia ser dado a alguém é a vida.

Você está aqui, veio ao mundo, pessoas te amam, outras te invejam, você tem uma família com seus defeitos e qualidades mas que vai sempre te apoiar, tem um lar, comida, roupas , lazer, enfim.. Tudo que alguém precisa para ser feliz, e talvez até mais do que merece.

Não espere que a vida passe para só então tirar dela o melhor proveito, viva o hoje, seja louco, curta, dance, ria, cometa erros, aprenda..... e jamais, eu disse, JAMAIS, perca o amor próprio.... não desista da vida, nem das pessoas que acreditam em você.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Visita indesejada


Manhã tranquila,tudo na mais perfeita harmonia... sorrisos e lembranças prazerosas ocupam as mentes amistosas ali presentes...
Baforadas...Risadas.....risadas...risadas....risaaadas??????

...Eis que ela surge sorrateira, despercebida. Desgraçada desta vez foi mais ousada ,tenta levá-lo na minha frente..... envolve-o, arrebata-o, lança-o no chão, leva-o para longe.....

Um filme passa na minha mente....em pensamento eu grito :Não, agora nãããããããão!!!....

Ela levanta , balança seu manto negro , dá uma gargalhada e vai embora , deixando no ar a sensação de favor concedido.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Amigos



Loucos e Santos

Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim.
Para isso, só sendo louco.
Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.
Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.
Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril.

Oscar Wilde

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Morada da Felicidade



O melhor da vida esta na gargalhada gostosa impossível de segurar e no abraço sincero de pessoas queridas.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Passou rápido


Chegou a hora da despedida!

Ficarei com a lembrança dos rostos de vocês sempre sorridentes e felizes que compreendiam tudo silenciosamente e que acalmavam a minha injusta conduta de "adulto".

Mas apesar do meu jeito torto, acima de tudo vejo a amizade, o carinho, e a enorme preocupação que sempre senti por vocês.... Do meu jeito torto, mas sincero.

Não esquecerei nem um de vocês, podem estar certos disso.
O eterno rosto pessoal, um a um.

Vocês foram traquinas, irrequietos, mas isso só dá a vocês um valor incalculável por amarem e nutrirem pela existência uma riqueza desmedida.

Para mim, como educadora, fico feliz pela compreensão, resignação e alegria com que aceitataram as minhas censuras a certas atitudes menos corretas de vocês.

Cada gesto, cada palavra, cada som, cada atitude de vocês, serão preservadas como um tesouro imenso, uma riqueza incalculável no meu coração.

Nesta hora da despedida, só me ocorre uma frase:OBRIGADA E ATÉ SEMPRE!

Aprendi nestes 4 anos a ter um olhar fixo ao encanto de vocês.....De cada um.

Sentirei saudades!!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Faces



Não te reconheço mais...é um estranho pra mim.
Foi aí que percebi que você atingiu uma encruzilhada no curso da sua vida...
Desligou-se, afastou-se de mim.... Consumara o rompimento.

Estranha felicidade



Hoje acordei com o coração sorrindo para a vida...isso é bom?não sei... talvez sim, talvez não.....só tenho medo de me apegar muito a esse estado bom e esquecer que nem sempre é assim.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Coração rima com ilusão.



Ele chegou de um jeito diferente e inesperado....que fim de tarde inusitado.

Rapaz inteligente, bonito e educado....porém para vida vivia ajoelhado.

Na minha vida o recebi e naquele amor eu me perdi.

Por ele tudo cedi e na ansiedade vivi.

Da minha paz ele queria se fartar e eu com minha minha solidão acabar.

Ele dizia me amar....por amor eu fingia acreditar.
Eu sabia que nossos mundos eram diferentes....mas aquela barba rente (hmmm)

Da vida eu nada sabia...a única certeza era que a ele eu queria.
Por alguns anos juntos ficamos...várias juras de amor nós trocamos.

Aos poucos pra vida ele foi ficando em pé e com os olhos me dizendo "até".
No fundo eu sabia que a qualquer momento ele partiria.
Só não sabia que ele seria tão mesquinho....quebrando meu coração em pedacinhos.

Ele não foi sincero na despedida....nem para tras ele olhou na partida
Uma pessoa de seu nível ele achou e o meu mundo ele abandonou.

Quando as coisas apertavam ele ligava e da sua vida ele me contava.
Toda noite de saudade eu chorava....mas apesar de tudo por ele eu sempre orava.

Minha vida eu prossegui...mas ele eu nunca esqueci.
Certo dia ele me ligou,novo encontro marcou.
Meu coração se aqueceu novamente ...eu e essa minha mania de acreditar em gente.

De ouvinte eu me fiz...acabei fazendo tudo que ele quis.
No dia seguinte ele me despachou...com os amigos se gabou.
Demorei para sacar.... que da minha bondade ele queria abusar.

Minha vida eu "toquei"...de forte me disfarcei.
Deus sabe o quanto chorei...mas graças aos amigos eu me levantei.
Nossas dívidas foram resgatadas e nossas vidas desatadas.

Mas por ele não tenho mágoa não...apenas tenho gratidão.
Por que no fim das contas valeu a pena...sai de tudo mais serena e ele perdeu a "sua" pequena.